<BODY> ~*~* Meu Bebê Dudu *~*~


Dudu




Meu filhinho Eduardo nasceu no dia 17 de setembro de 2005, às 1h 40, em Brasília/DF, pesando 3,915kg e medindo 51 cm, um garotão com certeza! Hoje ele está às vésperas de completar 2 anos. É um menino muito ativo, carinhoso e inteligente. Uma maravilha!


1º Blog – Gravidez
2º Blog – Parto
3º Blog – Vida de Bebê
4º Blog – Até 1 Ano



Mamãe




Meu nome é Catarina e sou autora desde blog que começou em 29/5/2005. Aqui estão registradas as experiências de uma mãe de primeira viagem muito feliz desde a descoberta da gravidez em 9/1/2005. Na época eu tinha 28 anos e 6 anos de casada com o Rubens, pai do Dudu. Deixo aqui nossos momentos de alegria, ansiedade, paz e luta para eternizá-los na memória dos que lerem este blog.



Papai




Este é o pai do Dudu e meu marido com quem sou casada desde maio/1999. Ele é um pai muito carinhoso e presente.



Irmão Guilherme




:: Blog do Guilherme



Na Barriga




A gravidez do Dudu foi o período mais feliz e pleno de toda a minha vida. A felicidade em estar grávida era tanta que todos os desconfortos foram recebidos com alegria. Fiquei grávida por 40 semanas e 3 dias, engordei 17 kg e aprendi bastante sobre gravidez e parto. Tivemos uma doula que nos ajudou muito antes, no dia do parto e depois dele, a querida Clarissa Kahn.



Parto




Senti as primeiras contrações às 10h 30 do dia 16/9 no trabalho, onde fiquei até às 17h. Minha intenção era ficar o maior tempo possível em casa evitando assim intervenções desnecessárias e assegurando a chance de ter um parto normal. Desde que engravidei meu sonho era trazer o Dudu ao mundo da forma mais natural possível. Assim, naquele dia senti a dor mais maravilhosa que existe e num turbilhão de emoções o Dudu nasceu após 6 horas de trabalho de parto ativo. Como foi fantástico sentí-lo sair de mim! Depois desse dia tive certeza que eu era capaz de tudo na vida e me sentia uma vencedora de maratona. Obrigada, Dudu, por ajudar a mamãe nesta hora tão crítica.



Amigos


:: Adri, Sofya e Emanuelle
:: Ageu e Matheus
:: Alê e Pedro Luís
:: Aline e Júlia
:: Aline e Bárbara
:: Aline e Ric
:: Alyne e Matheus
:: Ana e Lorenzo
:: Andreza e Teru
:: Ângela e Matheus
:: Bia e Lucas
:: Bia, Lucas e Thiago
:: Bia, Yohana e Yan
:: Bina e Brenda
:: Carla e Marina
:: Cris e Ícaro
:: Cris e Lucas
:: Cristina e Sarah
:: Cristina, Ingrid e Anne
:: Chrystina, Bruno e JP
:: Dani e Caio
:: Dedéia, Pedro e Júlia
:: Eva e Lucas
:: Fabi e Catarina
:: Jack, Ruan e Paulo Victor
:: Jane e Maria Júlia
:: Kátia Regina e Ana Luísa
:: Keila, Lucas e Gabriel
:: Keity e Lucas
:: Lílian e Nicolas
:: Lisa e Eduardo
:: Lívia e Miguel
:: Lu, Guilherme e Gustavo
:: Mary e Camila
:: Nádila e André
:: Noelma, Pedro e Ana
:: Paty e Gigio
:: Pri, João e Maria
:: Ranne e Maurinho
:: Renata, Isabella e Eric
:: Ruth e Davi
:: Roseli e Breno
:: Ryvane e Ana Clara
:: Selma, Alex e Natália
:: Simoni e Henrique
:: Tábata, Gab e Gui
:: Taci e Danilo
:: Telma e David
:: Valéria e Júlia
:: Valéria e Tikinha
:: Vanessa, Davi e Pedro
:: Ví e Amélie (senha)
:: Vi, Thiago e Júlia
:: Rosileide e Ana Beatriz
:: Bia e Biel
:: Camila e Helena
:: Kelly e Eduardo
:: Fran e Madu
:: Fê Biel e Gui
:: Flávia, Giovanna e Miguel
:: Roberta, Lucas e Diego
:: Mara e Bia
:: Lígia e Vivi
:: Lea e Davi
:: Fabi, Babi e Bia
:: Débora e Dudu
:: Fê e Amandinha
:: Vivi e Francisco
:: Márcia e Mel
:: Simoni e ?
:: Thaty e Alice



Visitas




Mural





Hoje é...






Música





Link-nos


Pegue nosso selinho





Pegue nosso selinho





Pegue nosso award







Passado


Blog Antigo

Arquivos:
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Outubro 2009
Março 2010
Maio 2010



Parceria



Blog Brasil Acadêmico


Créditos



Conceitos Design

eXTReMe Tracker





quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Lilypie 3rd Birthday Ticker



Desenhar

Olá amigas!

Tem um comportamento do Dudu que me deixa intrigada. O menino simplesmente não desenha! Eu já disse que Dudu e lápis são a mesma coisa que água e óleo, né?
Pois é, mesmo assim, todo dia, o menino me chama, ou a babá, para desenhar. Nos sentamos no chão e ele começa: - Mamãe, desenha um caminhão!
- Qual Dudu?
- Caminhão-cegonha!

Ele ainda é obcecado por caminhões e ultimamente anda aprendendo os nomes dos carros. Outro dia, pela janela do meu ap, ele viu um caminhão cegonha ao longe e foi logo dizendo:
*
- Caminhão-cegonha! Acabou de entá um Fiat Idea!
*
Olhei pela janela e tive que chamar a babá para confirmar se era mesmo um Fiat Idea. E não é que o menino estava certo? Nem eu sabia o nome do tal carro!

Bom, continuando...
Eu, que sou péssima para desenhar, desenho um horroroso caminhão-cegonha. Assim que termino, o Dudu pede outro caminhão. Em seguida, outro e outro e mais outro, até que digo para ele desenhar também. Aí, o menino se nega e manda que eu desenhe outro caminhão.

Às vezes, ele começa o traço e faz uma linha parecendo que continuará o desenho. Mas do nada ele pára, olha, olha e me manda desenhar um caminhão. Afe! Tem horas que enche a paciência!

Minha explicação para isso é o perfeccionismo do Dudu. Ele colocou na cabeça que caminhão é de uma determinada forma e como não consegue fazê-la, quer que eu faça. Como eu desenho mal e porcamente, ele continua pedindo mais e mais caminhões até que saia um que ele goste.

Outra brincadeira que ele gosta muito é de cortar e colar. Pego vários encartes de anúncios de supermercado, entrego ao Dudu e ele escolhe o que deseja cortar. Aí, ele corta, eu seguro e ele cola numa folha de rascunho. Para enriquecer mais ainda a brincadeira, imprimi palavras numa folha e procuramos as figuras correspondentes para colar no papel. Ele gostou muito, pois novidade é com ele mesmo.

Depois que aprendeu as musiquinhas infantis, o Dudu agora inventa suas próprias rimas. Da primeira vez, ele canta a música como ela é, depois troca, intencionalmente uma palavra aqui, outra ali e cria sua própria música. Algumas vezes, consegue até uma rima legal. Fico imaginando o menino na escola cantando diferente dos colegas e a professora o repreendendo. Alguém duvida que isso poderia acontecer?
*
Supermercado. Se tem um lugar que o Dudu adora ir, é ao supermercado. Tanto que sabe o nome de todos e pede para ir a tal ou a tal. Não sei bem como ele reconhece os nomes dos supermercados, mas ao passarmos pelo Carrefour ele pede:
*
- Quéio ir ao Caêfour Baio (Carrefour Bairro).
*
Outro dia, após sairmos de uma consulta, passamos de carro por três supermercados. E não é que o menino pedia para ir ao tal ou tal assim que passávamos por eles? Tive que me virar para ver e constatei a esperteza do menino. Como ele sabia que eram os supermercados A, B e C, ainda não descobri. Costumamos ir ao Extra, o qual ele canta a musiquinha tema da propaganda:
- Mai baiato, mai baiato, mai baiato... Êta!
Já ao Pão de Açúcar só fomos uma vez, mas de alguma forma o menino sabe que o Pão de Açúcar é o Pão de Açúcar. Talvez saiba ler os nomes ou reconheça os logotipos. Sei lá.

Mr. Simpatia. O menino continua o Mr. Simpatia com alguns episódios de timidez, rs... No elevador, ele se esconde trás de mim nos dias em que não está muito a fim de conversa. Mesmo quando as pessoas ficam “forçando a amizade”, não pressiono o Dudu para que haja diferente. Quando ele for maior farei questão que ele seja educado, mas com dois anos, é exigir demais! Criança se comporta como criança.

Justiceiro. Sua mania atual é ralhar com todos que o desagradam. O Dudu abaixa a voz e engrossa o tom assim como eu faço.
Ele briga comigo se digo alguma coisa que ele não gosta:
*
- Não Mamãe! Vc vai ficar de castigo!!! Vou bater nocê!!!
*
Isso por que eu falei ao Dudu que se não emprestasse o brinquedo ao Guilherme, eu o guardaria.

Um dia, o Rubens ficou com raiva. Eu reclamei com o Rubens que a TV estava alta e acordaria o Guilherme. O Dudu logo tomou as dores e brigou:
*
- Papai, não! Abaixa a televisão! Vc vai ficar de castigo!!!
*
O fato é que devo estar brigando muito com meu marido, até sem perceber. Só me toquei disso, quando vi o Dudu me imitando, brigando com o pai. Rs... Ando meio chatosinha...
Aí, o Rubens reclamou comigo e falou ao Dudu:
*
- Não grita comigo! Sou seu pai!
*
Nisso, tive que apoiar meu marido:
*
- Isso mesmo! Não grite com seu pai!
*
Tudo seria “perfeito” se não brigássemos uns com os outros. Mas na vida real, brigamos, né? Oras, se eu brigo com meu marido, isso não autoriza o Dudu a fazer o mesmo. É isso que penso. Pais são pais e filhos são filhos. Não somos iguais na hierarquia familiar. Quando o Dudu me chama chorando por seu pai tê-lo repreendido, não vou. Digo para ele obedecer a seu pai. Às vezes é difícil, mas acredito que devo apoiar meu marido e vice-versa.

Basta o Guilherme “triscar” em algum brinquedo que o Dudu está brincando, logo o menino brada com voz baixa e tom grave:
*
- Não Gui! Não pode! Vc vai ficar de castigo!!!
*
Sei que ele está me imitando, mas há um exagero, rs... Fazer o que se o menino apronta demais e eu tenho paciência de menos?

Tenho uma novidade sobre os passeios. Conseguimos andar de metrô e ir ao shopping no sábado passado. Foi tão bom e tranqüilo! Meu meninos pareciam seres civilizados e conseguimos fazer duas refeições fora de casa: almoço e lanche da tarde! Foi incrível! Agora entendo por que muitas mães gostam de passear com os filhos, rs...
*
Beijos a todas.



Às 12:26

0 Aqui também pode!

0 Comentários:

Post a Comment