<BODY> ~*~* Meu Bebê Dudu *~*~


Dudu




Meu filhinho Eduardo nasceu no dia 17 de setembro de 2005, às 1h 40, em Brasília/DF, pesando 3,915kg e medindo 51 cm, um garotão com certeza! Hoje ele está às vésperas de completar 2 anos. É um menino muito ativo, carinhoso e inteligente. Uma maravilha!


1º Blog – Gravidez
2º Blog – Parto
3º Blog – Vida de Bebê
4º Blog – Até 1 Ano



Mamãe




Meu nome é Catarina e sou autora desde blog que começou em 29/5/2005. Aqui estão registradas as experiências de uma mãe de primeira viagem muito feliz desde a descoberta da gravidez em 9/1/2005. Na época eu tinha 28 anos e 6 anos de casada com o Rubens, pai do Dudu. Deixo aqui nossos momentos de alegria, ansiedade, paz e luta para eternizá-los na memória dos que lerem este blog.



Papai




Este é o pai do Dudu e meu marido com quem sou casada desde maio/1999. Ele é um pai muito carinhoso e presente.



Irmão Guilherme




:: Blog do Guilherme



Na Barriga




A gravidez do Dudu foi o período mais feliz e pleno de toda a minha vida. A felicidade em estar grávida era tanta que todos os desconfortos foram recebidos com alegria. Fiquei grávida por 40 semanas e 3 dias, engordei 17 kg e aprendi bastante sobre gravidez e parto. Tivemos uma doula que nos ajudou muito antes, no dia do parto e depois dele, a querida Clarissa Kahn.



Parto




Senti as primeiras contrações às 10h 30 do dia 16/9 no trabalho, onde fiquei até às 17h. Minha intenção era ficar o maior tempo possível em casa evitando assim intervenções desnecessárias e assegurando a chance de ter um parto normal. Desde que engravidei meu sonho era trazer o Dudu ao mundo da forma mais natural possível. Assim, naquele dia senti a dor mais maravilhosa que existe e num turbilhão de emoções o Dudu nasceu após 6 horas de trabalho de parto ativo. Como foi fantástico sentí-lo sair de mim! Depois desse dia tive certeza que eu era capaz de tudo na vida e me sentia uma vencedora de maratona. Obrigada, Dudu, por ajudar a mamãe nesta hora tão crítica.



Amigos


:: Adri, Sofya e Emanuelle
:: Ageu e Matheus
:: Alê e Pedro Luís
:: Aline e Júlia
:: Aline e Bárbara
:: Aline e Ric
:: Alyne e Matheus
:: Ana e Lorenzo
:: Andreza e Teru
:: Ângela e Matheus
:: Bia e Lucas
:: Bia, Lucas e Thiago
:: Bia, Yohana e Yan
:: Bina e Brenda
:: Carla e Marina
:: Cris e Ícaro
:: Cris e Lucas
:: Cristina e Sarah
:: Cristina, Ingrid e Anne
:: Chrystina, Bruno e JP
:: Dani e Caio
:: Dedéia, Pedro e Júlia
:: Eva e Lucas
:: Fabi e Catarina
:: Jack, Ruan e Paulo Victor
:: Jane e Maria Júlia
:: Kátia Regina e Ana Luísa
:: Keila, Lucas e Gabriel
:: Keity e Lucas
:: Lílian e Nicolas
:: Lisa e Eduardo
:: Lívia e Miguel
:: Lu, Guilherme e Gustavo
:: Mary e Camila
:: Nádila e André
:: Noelma, Pedro e Ana
:: Paty e Gigio
:: Pri, João e Maria
:: Ranne e Maurinho
:: Renata, Isabella e Eric
:: Ruth e Davi
:: Roseli e Breno
:: Ryvane e Ana Clara
:: Selma, Alex e Natália
:: Simoni e Henrique
:: Tábata, Gab e Gui
:: Taci e Danilo
:: Telma e David
:: Valéria e Júlia
:: Valéria e Tikinha
:: Vanessa, Davi e Pedro
:: Ví e Amélie (senha)
:: Vi, Thiago e Júlia
:: Rosileide e Ana Beatriz
:: Bia e Biel
:: Camila e Helena
:: Kelly e Eduardo
:: Fran e Madu
:: Fê Biel e Gui
:: Flávia, Giovanna e Miguel
:: Roberta, Lucas e Diego
:: Mara e Bia
:: Lígia e Vivi
:: Lea e Davi
:: Fabi, Babi e Bia
:: Débora e Dudu
:: Fê e Amandinha
:: Vivi e Francisco
:: Márcia e Mel
:: Simoni e ?
:: Thaty e Alice



Visitas




Mural





Hoje é...






Música





Link-nos


Pegue nosso selinho





Pegue nosso selinho





Pegue nosso award







Passado


Blog Antigo

Arquivos:
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Outubro 2009
Março 2010
Maio 2010



Parceria



Blog Brasil Acadêmico


Créditos



Conceitos Design

eXTReMe Tracker





quinta-feira, 8 de maio de 2008

Lilypie 3rd Birthday Ticker



Vinho em água

Escola nº 10
Continuando a busca de uma escola para o Dudu, visitei uma que ficava próxima ao trabalho do meu marido. A localização era perfeita e fomos eu, o Rubens e o Dudu visitar a escola Santa Rosa.

Santa Rosa. Bem parecida fisicamente com a Sagrado Coração de Maria. O espaço era bom, havia gramado, areia, quadras e até uma mini pista para simular o trânsito com as crianças. Gostei da biblioteca e das quadras. As salinhas eram totalmente azuleijadas, mas muito claras e ventiladas. Havia somente mesinhas e cadeiras, nenhum ambiente a mais. Tudo muito limpo, o que não podia ser diferente num colégio religioso. Não gostei da cantina, pois só vi balas, pirulitos, chocolates e outros lanches politicamente incorretos para os nossos dias, rs... O Dudu achou R$ 0,50 no chão e foi logo pedindo um geladinho na cantina. Gostei dos espaços da escola e mais ainda do preço. Mensalidade: R$ 440,00 sem lista de material.

Depois da Montessori, as outras escolas perderam a graça para mim, mas diante do discurso do marido que não achava razoável o Dudu estudar num local tão “fora de mão”, até que eu concordaria e matriculá-lo na escola Santa Rosa.

Meu marido achou a escola boa e já fazia planos de como operacionalizar a ida e volta do Dudu. Quando ele me perguntou o que eu achei da escola, eu disse que não era a Montessori, mas concordaria em matricular o Dudu ali.

Nisso, eu perguntei se o Rubens gostaria de visitar a Montessori para me fazer acreditar que eu havia exagerado na opinião. Assim, fomos à Montessori, nós três. Sinceramente, eu já havia me conformado com a impossibilidade do Dudu estudar no “parque” e só precisava da reafirmação disso pelo Rubens.

Na Maria Montessori. Não precisa nem dizer que o Dudu ficou entusiasmadíssimo com o tucano e o trem da escola, rs... O menino estava tão eufórico, que olhava de um lado para o outro, tentado decidir o que faria primeiro, rs... Foi difícil segurá-lo quando ele viu o trem correndo pela escola. Depois da visita, fomos embora e perguntei ao Rubens o que ele achara da escola.

Meu marido simplesmente disse:
- Essa escola é incomparável, não quero visitar mais nenhuma, o Dudu estudará aqui. Daremos um jeito no resto, pois o maior legado que podemos deixar para ele é o estudo.

Saí de lá com um alívio imenso, com a certeza que eu não era doida exagerada, rs...
Agora, falta só abrir uma vaga e sobre isso teremos a confirmação no final de junho.
O plano B caso não haja vaga este ano, será matricular o Dudu na escola Santa Rosa e ano que vem no Montessori.

Sondei também a possibilidade de colocar o Guilherme com 1 ano e 7 meses e fui informada que era viável. Isso porque a Luciana está dando sinais que não ficará muito tempo. Ela me aprontou uma que realmente não esperava.
*
Vinho X Água
Depois do episódio da “demissão da sogra”, minha casa virou o paraíso por duas semanas. Animadíssima, pude pensar nas providências para nossa viagem de férias no final de maio e idealizar o quanto seria legal levar os meninos à praia.
Contudo...
Do nada, a babá virou para mim e disse que não iria conosco.
Eu quase surtei.
- O quê? Como vc faz uma coisa dessas? Faltam 20 dias para a viagem! Nós já compramos sua passagem aérea!
Sabem o que a sonsa me disse?
- Eu não vou. Estou cansada e quero férias. Vc dão um jeito com a passagem.

Que raiva! Gente, não tenho paciência com isso! Acho que depois da história da sogra, a moça ficou se achando a tal, só pode ser... Ela falou de uma forma tão estranha, parecia não dar o mínimo valor ao emprego. Ela me decepcionou, sou uma boboca mesmo por acreditar nas pessoas...

Ficamos com o prejuízo, pois a passagem foi comprada numa promoção e a TAM não devolve o dinheiro sem cobrar uma multa alta. Afe!
Tive vontade de xingá-la e me detestei por ser tão “amiguinha” da empregada. É isso o que dá tratar a pão-de-ló, a gente só leva na cabeça. Parece que nunca aprenderei isso... Já ouvi que classe média não sabe lidar com empregados, pois adora se misturar... Deve ser isso mesmo!

Pela lei, o PATRÃO escolhe quando o empregado tirará suas férias dentro do prazo da lei. Lá em casa quem decide é a empregada, posso? Sou uma pateta mesmo! É uma m**** depender de empregada!

Se a babá tivesse me pedido antes, acertaríamos suas férias sem esse estresse todo. Poxa, mas chegar às vésperas da viagem para não querer ir é molecagem.
Também não dá para obrigar, né?
Depois disso, fiquei atenta, mas não penso em dispensá-la, se ela quiser sair que peça.

Estou começando a achar que a ex-patroa da babá é que estava certa em não aliviar.

Que chateação!

O que fazer? Transformar a adversidade em vantagem.
Já que ela exigiu férias, assim será: 15 dias em maio e 15 dias em dezembro. Ano passado eu abri mão de 8 dias para ela viajar, mesmo ela não tendo completado 1 ano de trabalho. Este ano não terá facilidades por conta do comportamento desdenhoso. Pelo menos não terei que "rebolar" para tirar outros dias para que a moça fique de férias posteriormente. Tivemos que mudar a programação: de aluguel de casa, ficaremos num hotel com estrutura para crianças e seja "o que Deus quiser", rs...
*
Eu estava me organizando no trabalho para dar férias à babá em julho, pretendia dar mais folga à moça em detrimento do meu descanso e aumentar pela 3ª vez seu salário. Depois dessa, “nécas de pitibiribas”! Segundo me informaram, as empregadas dão sinais quando estão prestes a sair. Pra que vou me desgastar, se a babá nos abandonará a qualquer momento? Vou tirar dela o máximo que eu puder, já que vai sair mesmo, não vale a pena poupá-la... (isso vai dar polêmica, rs...)

Essa foi a história da babá vinho que se transformou em água. E da patroa boboca que tenta ser menos tapada a cada tombo, rs...



Às 14:02

1 Aqui também pode!

1 Comentários:

Um lindo e perfeito dia das mães pra vc...

Beijos

By Blogger Vivi a mamãe do Francisco, at 9 de maio de 2008 05:27  

Post a Comment